Por que você deve monitorar sua reputação e identidade on-line?

Até 37% a 50% dos funcionários usam redes sociais para selecionar funcionários em potencial, de acordo com os resultados das pesquisas resumidos pela The Next Web. Você também precisa se proteger contra o roubo de identidade. A Federal Trade Commission (Comissão Federal de Comércio) dos Estados Unidos estima que 10 milhões de cidadãos americanos têm suas identidades roubadas por ano.


Sua reputação on-line e segurança pessoal

Tudo que você publicar em uma rede social deve ser considerado como permanente e público. Mesmo que seu perfil na rede social não seja "público", qualquer pessoa com permissão para visualizá-lo pode copiar, salvar e publicar suas informações ou fotos em qualquer lugar sem sua autorização. Pesquise seu nome na internet algumas vezes ao ano para garantir que não há informações que você não desejaria compartilhar disponíveis ao público. Siga estas etapas para garantir que você se apresente bem on-line.

  1. Pense antes de publicar. Se você ficaria preocupado ao saber que seu chefe, professor ou sua avó viram sua publicação, evite fazê-la. Nunca publique imagens ou comentários com conotação sexual, atividades ilegais, mensagens com a finalidade de assediar ou ameaçar ou qualquer outro conteúdo questionável. Não minta, engane ou cometa plágio de informações. Leia as políticas de sua instituição quanto ao uso de tecnologia e bullying.
  2. Separe sua vida social das vidas escolar e profissional.
    • O Meu Blackboard conta com um conjunto de ferramentas sociais na nuvem. Você pode criar uma identidade on-line e participar de uma comunidade acadêmica separada de todas as suas contas em redes sociais, com Perfis, Pessoas, Mensagens, Publicações e Espaços. Caso você não veja essas ferramentas, será porque sua instituição não as ativou, ou elas não estão disponíveis para a instituição.
    • Crie listas do Facebook para excluir pessoas específicas ao compartilhar algo. As pessoas de sua lista restrita só verão seu conteúdo público ou as publicações em que elas estiverem marcadas.
    • Crie diretrizes próprias quanto às pessoas com as quais você deseja se conectar em cada site social. Por exemplo, encaminhe todas as solicitações do Facebook que tenham fins exclusivamente profissionais para sua conta do LinkedIn.
    • Crie um endereço de e-mail separado que seja usado apenas na escola ou em sua vida profissional.
  3. Escolha configurações de privacidade mais estritas para todas as contas de redes sociais. Confira a seção de ajuda do site para ler instruções sobre como alterar as configurações de privacidade. Use essas estratégias para redes sociais utilizadas com frequência:
    • Selecione o público de cada publicação, ou altere o padrão nas configurações de privacidade e ferramentas do Facebook. Você pode selecionar todos os seus amigos ou criar uma configuração personalizada para escolher ou excluir pessoas ou listas específicas. Não selecione Público, pois assim qualquer pessoa da Internet poderá ver a publicação. Você também pode impedir que uma visualização das informações públicas da sua linha do tempo seja exibida nos resultados de mecanismos de pesquisa. Tenha em mente que essa configuração está habilitada por padrão. Use os atalhos de privacidade do Facebook para alterar rapidamente suas configurações e visualizar seu perfil como os usuários públicos o veem.
    • O Twitter permite que você faça tweets públicos ou privados. Tenha cuidado quandoincluir sua localização nos tweets.
    • As opções de privacidade padrão do Blackboard Learn só exibem o seu nome e avatar nos cursos, em locais como as ferramentas de comunicação.

      Caso sua instituição tenha ativado Perfis, você poderá criar um perfil mais detalhado e escolher quais usuários poderão vê-lo. Se o recurso de integração com Facebook e Twitter – que utiliza somente a foto de perfil e a descrição dessas fontes – estiver disponível, certifique-se de que o conteúdo seja apropriado para seu Blackboard Profile.

  4. Mantenha sua segurança pessoal. Evite fazer check-ins em sites sociais ou publicar onde você vai, principalmente se estiver sozinho. Não compartilhe seu endereço ou as datas em que estará ausente.

Se você seguir essas diretrizes e, ainda assim, encontrar imagens ou informações que não deseja disponibilizar publicamente on-line, você pode entrar em contato com a fonte e solicitar a remoção. Confira o site para saber formas de remover a conexão entre seu nome e a publicação ou foto. Por exemplo, o Facebook permite que você remova sua marcação de uma foto publicada por outro usuário. E se nenhuma alternativa surtir efeito, a maioria dos sites tem formas de denunciar usuários. No Blackboard Learn, você pode denunciar conteúdo inapropriado.


Sua identidade

O roubo de identidade ocorre quando alguém usa seu nome, CPF, número do cartão de crédito ou outra informação pessoal para ter benefícios financeiros. Fique por dentro de novas formas de se manter protegido on-line e compartilhe os métodos com amigos e colegas. Para obter informações sobre segurança on-line para faixas etárias específicas, além de informações mais detalhadas sobre várias das dicas a seguir, consulte StaySafeOnline.org, (em inglês), desenvolvido pela National Cyber Security Alliance (Aliança Nacional de Cibersegurança) dos Estados Unidos.

O roubo de identidade afeta a todos, mas você não precisa ser presa fácil. Comece com as seguintes dicas:

  1. NUNCA compartilhe informações de identificação on-line que possam ser usadas por criminosos para autenticar de forma fraudulenta sua identidade:
    • CPF
    • Número do código do aluno
    • Número da carteira de motorista
    • Data de nascimento
    • Endereço
    • Número de telefone
  2. É impossível adivinhar senhas seguras. Escolha senhas fortes que tenham letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos. Não compartilhe nem mantenha uma lista de senhas em um local que não seja seguro. Crie senhas únicas para todas as suas contas. Altere suas senhas periodicamente. Crie um lembrete de calendário para não esquecer.
  3. Segurança de dispositivos é fundamental.

    • Sempre Desconecte-se quando estiver usando um computador que será utilizado por outra pessoa. Isso inclui computadores públicos e até seu próprio computador, em caso de uso compartilhado. No Blackboard Learn, o botão de logout fica no canto superior direito do cabeçalho da página.

      Ao concluir, exclua seus dados de logon do histórico do navegador e todos os cookies. Para saber mais, consulte Como usar computadores públicos com segurança da PCMag.com.

    • Bloqueie seu smartphone, laptop e dispositivos móveis com códigos e use seus recursos de segurança. Caso você use dispositivos móveis para acessar informações financeiras ou outras informações privadas on-line, elas também correm o risco de serem acessadas por ladrões de identidade.
    • Mantenha seus softwares antivírus e antimalware atualizados no computador e nos dispositivos. Ative a atualização automática, se essa opção estiver disponível. Use seu software de proteção para verificar se há vírus em qualquer dispositivo que seja conectado a seu computador.
  4. Antes de fornecer informações de identificação ou realizar transações financeiras on-line:
    • Verifique se você está usando uma conexão segura com a Internet. Em seu navegador, o símbolo de cadeado e o endereço da Web "https" indicam que você está usando uma conexão segura para transações on-line ou criação de contas.
    • Use cartão de crédito em vez de cartão de débito para compras on-line e monitore seu extrato para encontrar atividades suspeitas. Você pode verificar seu relatório de crédito gratuitamente uma vez ao ano via Experian, Equifax e TransUnion.
    • NUNCA use redes Wi-Fi públicas para fazer logon em sites financeiros, pois isso deixará você extremamente vulnerável a hackers ou vizinhos intrometidos.
    • Tome cuidado com e-mails de phishing, que passam a impressão de virem de seu banco, instituição ou outra empresa real, mas são fraudulentos e podem conter links nocivos ou tentar induzi-lo a compartilhar informações pessoais. Não abra links do e-mail. Acesse diretamente o site e pesquise pelo problema. Se você determinar que se trata de uma fraude, notifique o site.
  5. Use redes Wi-Fi gratuitas com cautela. Hackers costumam configurar pontos de acesso Wi-Fi não autorizados em espaços públicos para obter senhas e outras informações sem que você saiba.
    • Antes de se conectar a uma rede Wi-Fi aberta, procure por um aviso que liste a rede disponível e verifique se o nome da rede a qual você está se conectando é legítimo.
    • Use suas configurações para aumentar a segurança. Desative sua placa sem fio caso não pretenda se conectar à Internet ou a outro dispositivo. Utilize uma VPN sempre que possível para criptografar seus dados. Desative pastas compartilhadas.
    • Lembre-se que as senhas ou informações que você compartilhar em locais públicos poderão cair nas mãos de criminosos.
    • Para obter mais dicas da ZDNet.com, consulte Perigos ocultos do serviço público de Wi-Fi (em inglês).
  6. Proteja também sua identidade off-line. Triture correspondências que tenham informações de identificação ou números de contas. Mantenha seus números de contas e seu CPF em um local seguro, não em sua carteira. Ao digitar seu PIN em um caixa automático, verifique se ninguém está olhando.

Se você for vítima de fraude ou roubo de identifica, saiba o que a Federal Trade Commission (Comissão Federal de Comércio) dos Estados Unidos recomenda fazer.