Todos os novos pacote de idiomas são criados pela edição e alteração de um existente. Dois diferentes fluxos de trabalho estão disponíveis para concluir esse processo. O fluxo de trabalho escolhido depende do nível de aptidão do tradutor e a extensão da tradução que deseja criar. Esse tópico explica esses fluxos de trabalho e os prós e contras de cada um.

Disponibilizar um novo pacote de idioma aos usuários

  1. Crie o novo pacote de idiomas através de um dos dois métodos descritos nas seguintes seções:
  2. Salve as alterações.
  3. Volte para a página Gerenciar idiomas.
  4. Selecione Gerenciar para o novo pacote de idiomas.
  5. Torne o pacote de idiomas Disponível.
  6. Defina a disponibilidade nos níveis Curso, Comunidade e Usuário.
  7. Faça logoff do Blackboard Learn.
  8. Faça logon para testar os resultados. Por exemplo, se este pacote de idiomas for para o nível do curso, faça logon como professor ou administrador do curso e altere a configuração do curso para adotar o novo pacote de idiomas.
  9. Visualize o Blackboard Learn e verifique se o pacote de idiomas está efetivo na perspectiva apropriada: curso, comunidade ou usuário.

Criar um pacote de idiomas copiando e editando um existente

Criação de um novo pacote de idiomas através desse método é uma boa opção para usuários familiarizados com o idioma que desejam criar. Por exemplo, se um usuário fala inglês e espanhol, e ele estiver criando um pacote de idiomas islandês, exportar o pacote de idiomas inglês como idioma copiado é uma boa estratégia.

Copiar um pacote de idiomas existente faz alterações automáticas ao novo manifesto e permite que o tradutor use o editor do pacote de idiomas do Blackboard para editar conjuntos de local e arquivos de propriedades.

O Nome e Código do novo pacote de idiomas são considerações importantes. O nome deve ser descritivo e fácil de ser reconhecido; "inglês (Nova Zelândia)", por exemplo. Se você estiver criando pacote de idiomas para que outras pessoas os utilizem, o código deve estar em conformidade com os padrões ISO para os códigos de país e idioma. Coloque-os juntos e siga as instruções a seguir para formatá-los: o código de idioma em duas letras minúsculas seguido de um sublinhado e do código do país com duas letras maiúsculas. Seguindo este formato, inglês (Nova Zelândia) teria o seguinte código: en_NZ.

Para mais informações sobre os códigos ISO do país e outros padrões, acesse o site da ISO: http://www.iso.org/iso/home.htm.

  1. Selecione Pacote de idiomas no Painel do administrador.
  2. Selecione Copiar, ao lado do pacote de idiomas existente.
  3. Insira um nome para o novo pacote de idiomas.
  4. Insira um código para o novo pacote de idiomas.
  5. Após a conclusão da cópia, use o editor do pacote de idiomas para editar os conjuntos de local.
  6. Salve as alterações.

Se você estiver criando um pacote de idiomas que não será compartilhado com outras pessoas, seu nome não precisa seguir o formato de código ISO do país. Por exemplo, um pacote de idiomas personalizado para o polonês poderia ser desenvolvido para uso dos alunos da State University: pl_PL_SU.


Criar um pacote de idiomas exportando e editando um existente

Os usuários podem exportar um pacote de idiomas existente e passar por todas as etapas usando as ferramentas externas para que o Blackboard Learn crie um novo pacote de idiomas. Quando o pacote exportado estiver aberto, dois itens de nível superior serão exibidos. O arquivo do manifesto e o diretório do nome local. O diretório do nome local contém todas as imagens e conjuntos de local. O arquivo do manifesto inclui metadados sobre o pacote de idiomas, como o nome, informações sobre os fornecedores e número de versão.

Se esse método for usado, o usuário deve atualizar o manifesto. Alguns tradutores podem querer atualizar o manifesto, alterar informações sobre o fornecedor, número de versão e outros metadados em relação ao pacote de idiomas que não é acessado através do processo automatizado.

Essa é uma boa solução para usuários que desejam criar um pacote de idiomas completo ou para usuários que preferem usar um editor de texto específico para traduzir conjuntos de local. Quando o pacote de idiomas é exportado, as imagens podem ser traduzidas e o editor de texto pode ser utilizado.

Veja a seguir um exemplo de manifesto para o pacote de idiomas en_US:

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>

<manifest><languagepack><name value="English (United States&amp;#x202D;)&amp;#x202C;"/><locale

value="en_US"/><leftToRight value="true"/><description value=""/><version value="1.0.0"/><bbversion

value="9.0.351.4"/><vendor><id value=""/><name value=""/><url value=""/><description value=""/></vendor></languagepack></manifest>

As informações importantes podem ser identificadas a partir das seguintes tags:

Tags de manifesto
Tag de manifestoDescrição
<name value="" />O nome do pacote de idiomas.
<description value=""/>Uma descrição do pacote de idiomas.
<version value="" />A versão do pacote de idiomas.
Informações sobre o Sistema do Blackboard Learn
<bbversion value=""/Esse campo não deve ser editado.
A versão do Blackboard Learn sendo utilizada. Essa informação é importante para a manutenção do pacote de idiomas. Pacotes de idiomas personalizados podem parar de funcionar quando o Blackboard Learn é atualizado.
Informações sobre os Fornecedores dentro das tags <fornecedor<
<id value=""/>O código do fornecedor da tradução.
<name value=""/>O nome do fornecedor da tradução.
<description value=""/>Uma descrição do fornecedor da tradução.
  1. Selecione Gerenciar idiomas no Painel do administrador.
  2. Selecione Exportar, ao lado do pacote de idiomas existente. Esse será o idioma copiado, que significa que o usuário vai trabalhar a partir dele para criar o novo pacote de idiomas.
  3. Selecione OK para salvar o pacote ZIP.
  4. Abra o pacote ZIP e descompacte o conteúdo.
  5. Abra o arquivo bb-lp-manifest.xml usando um editor de texto.
    A estrutura desse arquivo deve ser mantida.
  6. Faça as alterações apropriadas ao arquivo em relação ao nome do pacote de idioma, a descrição, versão, código do fornecedor, nome do fornecedor e descrição do fornecedor.
  7. Abra cada conjunto de local em um editor de texto e edite de acordo.
    Usar uma ferramenta externa para editar os conjuntos de local requer atenção. Trabalhar diretamente no código não oferece nenhum contexto para as sequências de caracteres de texto, diferentemente de trabalhar no editor do pacote de idiomas. Verifique se as sequências de caracteres de texto foram identificadas antes da edição.
  8. Salve todos os arquivos e adicione-os novamente ao pacote do ZIP.
  9. Importe o novo pacote de idiomas através do Painel do administrador após a conclusão do processo da tradução.