Os administradores podem monitorar os tamanhos de cursos e tomar medidas para impedir que arquivos grandes e desnecessários ocupem espaço no sistema. Os instrutores também podem agir para limitar o tamanho de seus cursos.


Relatório de utilização de disco

Analise o relatório de Utilização de disco, procurando por valores altos e oscilações súbitas no tamanho total do curso. A ferramenta Utilização de disco pode ser acessada no Painel do administrador, em Ferramentas e utilitários > Relatórios de sistema. Ela pode ajudar você a determinar o tamanho médio dos cursos da sua instituição e auxiliar na identificação de cursos maiores que o comum ou padrões de tamanho de cursos.

A página Utilização de disco mostra quanto espaço em disco cada curso e comunidade está usando. Os dados desse relatório são atualizados diariamente, mas só para os cursos e comunidades com atividade de usuário nos últimos 30 dias. Os cursos e comunidades recém-criados ou sem atividade de usuário podem não ser exibidos até uma atualização futura. O relatório exibe o volume de espaço em disco usado nos seguintes tipos de arquivos:

  • Arquivos de curso: dados armazenados em arquivos de curso.
  • Arquivos protegidos: Arquivos usados em exercícios, testes e envios de alunos. O armazenamento protegido defende a privacidade do aluno, fornecendo um espaço que não pode ser pesquisado nem descoberto para o armazenamento de materiais enviados por alunos. Como comparação, os Arquivos de curso são associados ao sistema de conteúdo, e os materiais dos Arquivos de curso podem ser pesquisados e descobertos por usuários com base em suas funções no sistema ou no curso.
  • Arquivos do Sistema de arquivos herdados: armazenamento destinado a todos os arquivos usados no curso antes do upgrade para a versão 9.1. Os arquivos não são movidos durante o upgrade para cursos existentes. Os cursos que são restaurados, importados ou copiados após o upgrade para a versão 9.1 não usam mais esse tipo de armazenamento, mesmo que o curso de origem tenha usado.

Você pode pesquisar por dados específicos com base em informações do curso, tamanho do curso e cursos inativos.


Gerenciamento de tamanho de curso e espaço em disco

Limpeza regular - mantenha a disciplina com relação às políticas de reutilização de cursos e à revisão periódica de cursos (entre períodos acadêmicos, por exemplo), a fim de determinar se um curso deve ser arquivado ou removido do sistema. Não mantenha cursos no sistema que não estejam sendo ministrados - arquive-os e armazene-os em fita, armazenamento de rede ou remoto não associado à sua instância do Learn; e retenha os cursos de acordo com os requisitos da instituição. Os cursos podem ser recuperados e restaurados, conforme necessário.

Coleção de conteúdo - use pastas da instituição ou outros espaços compartilhados da Coleção de conteúdo para arquivos que precisem ser implantados em muitos cursos, como políticas para alunos e diretrizes de departamentos. Embora o mecanismo da coleção de conteúdo tenha algoritmos para detectar duplicatas exatas de arquivos com a finalidade de impedir custos adicionais de armazenamento, ainda é uma prática recomendada criar um link para uma cópia do arquivo em vários cursos.

Limites de tamanho do curso- Consulte Como definir os limites de tamanho do curso padrão para especificar o tamanho máximo do disco do curso para todos os cursos. Consulte Definição de quotas do curso individual para definir cotas para cursos únicos. Você também pode Definir o Tamanho do pacote de arquivos do curso do conteúdo incluído nos pacotes do curso durante o arquivamento, a importação e a cópia.


Uploads de arquivos em cursos

Os arquivos carregados dentro de cursos são armazenados nos Arquivos de curso e incluídos no cálculo do tamanho total do curso. Para saber mais, consulte Arquivos do curso e Definição do tamanho do pacote dos arquivos de curso.


Como o conteúdo duplicado é tratado

Ao copiar um curso, há duas opções para lidar com os arquivos nele: copiar os arquivos como links ou copiá-los como arquivos. Copiar os arquivos como links significa que tanto o curso de origem quanto a cópia "apontam" para o mesmo arquivo - as alterações feitas no arquivo afetam ambos os cursos. Copiá-los como arquivos significa que o curso de origem e a cópia têm apontadores diferentes, e que as alterações feitas no arquivo de um curso não afetarão o arquivo do outro.

No entanto, há um detalhe com relação ao segundo caso. Se o arquivo no curso copiado for uma correspondência exata do arquivo no curso de origem, o mecanismo de conteúdo que gerencia os arquivos otimizará o armazenamento de disco do servidor na gravação, de modo que apenas um conjunto de bytes seja armazenado, apesar de cada curso poder gerenciar o arquivo de forma diferente, sem afetar um ao outro. Embora isso economize armazenamento em disco no back-end, também significa que as operações de limpeza nos cursos podem ter um benefício menos imediato. Em outras palavras, a exclusão de um curso não resulta necessariamente na recuperação de espaço significativo no servidor, dependendo do nível de duplicação.

Por exemplo, caso uma instituição tenha cinco cópias de um curso específico para seções diferentes, e cada cópia do curso tenha 200 MB de dados, mas tenha a tendência de incluir os mesmos documentos carregados. Em vez de usar 5 x 200 MB = 1 GB de espaço, a utilização total será de cerca de 200 MB, pois cada arquivo só é armazenado uma vez, embora, do ponto de vista do usuário, pareçam existir arquivos separados. A exclusão de quatro das cinco cópias do curso ainda resultará em 200 MB de espaço de armazenamento no servidor sendo utilizados.

Como resultado, o espaço em disco só será recuperado quando a cópia final do curso for excluída. Observe que a ferramenta de Utilização de disco não leva em consideração o recurso de eliminação de duplicação; ela lista a utilização de cada curso como se esses arquivos fossem independentes.

A Utilização de disco para cursos não leva em conta o uso dentro do banco de dados Oracle ou SQL Server, mas a exclusão de cursos liberará espaço no banco de dados, que pode ser usado para dados futuros.


Recomendações para instrutores

Incentive os instrutores de sua instituição a dar importância para o tamanho dos cursos que criam. Dê a eles as recomendações a seguir, além de outras correspondentes às políticas de sua instituição.

Vídeo - crie links para vídeos em vez de carregar arquivos de vídeo em um curso. Carregue seus vídeos no YouTube, Vimeo ou em um servidor de mídia separado no campus e, então, crie links para eles dentro de um curso. Fique atento às normas de propriedade intelectual. Por exemplo, pode ser ilegal hospedar um vídeo da National Geographic no Vimeo, mesmo que você tenha licença para utilizá-lo em um curso.

Use Mashups - carregue apresentações de slides no SlideShare, vídeos no YouTube ou imagens no Flickr. Você pode incorporar facilmente esses elementos em seu curso com a ferramenta de Mashups do Blackboard Learn. Para saber mais, consulte Como criar mashups.

Arquivos de curso ou Coleção de conteúdo - procure por arquivos grandes e arquivos e pastas não utilizados que você possa excluir

Reduza o tamanho dos arquivos - antes de carregá-los, reduza tamanhos de arquivos para:

  • Arquivos do Microsoft Office - use as ferramentas disponíveis no Microsoft Office para reduzir o tamanho de arquivos do Powerpoint e Word. A opção Reduzir tamanho do arquivo fica localizada no menu Arquivo. Você também pode salvar arquivos como PDFs antes de carregá-los, o que costuma gerar versões menores e somente leitura desses arquivos.
  • Imagens - use um programa de edição de imagens para redimensionar o tamanho delas para visualização na tela antes do upload. Você também pode usar o serviço on-line como http://www.shrinkpictures.com ou http://www.picresize.com.
  • Áudio - use software para fazer resampling ou cortar arquivos de áudio a fim de reduzir o tamanho.