Maneiras simples de tornar seu conteúdo acessível!

  1. Use títulos descritivos para organizar o conteúdo. Os títulos são essenciais na criação de conteúdo acessível. Eles possibilitam ir diretamente para o conteúdo desejado e economizam horas do tempo de usuários de ferramentas assistivas. Simplifique e use os estilos de título fornecidos pela ferramenta na qual você está escrevendo.
  2. Não use somente estilos de fonte para indicar a importância de determinado conteúdo. Os leitores de tela não identificam estilos de fonte, como negrito e colorido. Quando você precisar dar dicas visuais importantes, utilize sempre uma alternativa acessível. Por exemplo, use um ponto de exclamação ao final da sua frase caso ela seja importante. Os leitores de tela destacam pontos de exclamação e de interrogação na entonação. Ou seja, em uma pergunta, eles não leem "ponto de interrogação", e sim usam uma entonação de pergunta.
  3. Adicione texto alternativo (alt) às suas imagens. Primeiramente, pergunte-se qual é o propósito da imagem. Se você não sabe o significado ou o propósito da imagem, não a utilize! Ela será uma informação desnecessária que confundirá os alunos com dificuldades de aprendizado. Em seguida, adicione texto alternativo que seja simples, sucinto e descreva exatamente o que é a imagem. Por exemplo, alt="fotografia da divisão de uma célula". Se a imagem for um diagrama com informações mais complexas, será necessário fornecer uma descrição longa ou um formato textual do material.
  4. Crie links descritivos. Cada link deve descrever o que o usuário encontrará ao clicar nele. Endereços da web ou URLs não são considerados informativos e não devem ser usados. Informe a seus usuários quando os links abrirão em uma nova janela, pois novas janelas podem desorientá-los.
  5. Use listas em vez de tabelas, sempre que possível. É possível tornar tabelas acessíveis, mas os usuários de leitores de tela precisam conhecer comandos avançados de teclado para navegar por elas e entendê-las. Se for utilizar tabelas, use cabeçalhos de colunas (<th>). Eles fazem com que o leitor de tela releia o título da coluna para cada célula à medida que o usuário navega pela tabela. Assim, o usuário tem o contexto do conteúdo de cada célula. Ao definir o nome das colunas e adicionar informações à célula, leve em consideração como cada célula será lida.
  6. Inclua legendas descritivas em seus vídeos. A inclusão de legendas descritivas em seu conteúdo garante que os usuários com deficiências visuais possam consumi-lo. Para obter mais informações, consulte Legendar conteúdo de vídeo.
  7. Formate seus arquivos para torná-los acessíveis. Uma das principais reclamações recebidas de alunos com deficiências visuais é a incapacidade de utilizar os arquivos anexados. Formate todos os documentos anexados com títulos adequados, a fim de garantir que eles poderão ser lidos corretamente por leitores de tela. Use as opções de "Formatação e estilo" disponíveis no Microsoft Office, no Adobe ou em outras ferramentas de processamento de texto ao criar seus documentos para definir listas e títulos adequados. Para obter mais informações, consulte Formatar documentos acessíveis.
  8. Adicione marcas a arquivos PDF. Os arquivos PDF anexados precisam ser marcados adequadamente para que a estrutura possa ser lida por leitores de tela. Métodos simples para "imprimir" ou "salvar" como PDF criam uma imagem única do arquivo. Embora o documento aparente ter a estrutura adequada, o leitor de tela não consegue interagir com o material nem lê-lo. Para obter detalhes sobre a criação de documentos PDF acessíveis, consulte Criar e verificar a acessibilidade de um PDF no site do Adobe Acrobat.
  9. Forneça aos seus alunos expectativas, instruções e orientações claras para todos os exercícios e testes. Alunos com deficiências cognitivas ou de aprendizado podem ter dificuldade de manter o foco até mesmo em tarefas simples. Instruções claras e expectativas fáceis de entender podem ajudá-los a se concentrarem, aumentando muito suas chances de sucesso.

MOOC para acessibilidade

Inscreva-se em nosso curso síncrono, The Accessibility MOOC: Inclusive Online Course Design (MOOC para Acessibilidade: Criação de curso on-line inclusivo). Aprenda a oferecer cursos e conteúdo on-line mais acessíveis aos seus alunos. Este curso é apenas uma pequena parte do esforço da Blackboard em ampliar a conscientização acerca das práticas recomendadas que estimulam ambientes de aprendizagem mais inclusivos.

Acessibilidade e desenvolvimento universal para o arquivo de cursos de aprendizagem on-line

Faça o download de uma cópia do arquivo do curso para personalizar e coordenar em sua instituição. Esse arquivo (1,9 MB) é compatível com o Blackboard Learn 9.1 SP 8 ou versões posteriores. Não descompacte ou abra o arquivo. O administrador do sistema precisa restaurar o curso ao sistema.